edição digital

Academias do Bacalhau são um exemplo de solidariedade nas comunidades

08/08/17 COMUNIDADES Imagem

Foi um fim-de semana em cheio para a recém criada Academia do Bacalhau da Serra da Estrela. O encontro reuniu membros de Academias implantadas em vários países. Uma instituição que surgiu junto da comunidade portuguesa de Joanesburgo, mas ultrapassou fronteiras sendo replicada em vários países, sempre com cariz solidário

As Cerimónias de Oficialização da Academia do Bacalhau da Serra da Estrela (ABSE)contaram com a presença do fundador e presidente honorário das Academias do Bacalhau, Durval Marques, do presidente da Academia Mãe de Joanesburgo, José Contente, acompanhado de mais de 30 compadres da Africa do Sul incluindo o compadre Ivo de Sousa.
O presidente da Academia de Coimbra, madrinha da ABSE, Francisco Paz também esteve presente com a comadre, também de Coimbra, Ana Pocinho, António Fernandes da Academia de New Jersey, bem como o presidente da Academia do Bacalhau de Paris, Fernando Lopes, Joaquim Monteiro da Academia do Bacalhau de Rouen, Sérgio de Oliveira, de Maputo, Francisco Ramos de Estremoz, Pedroso Leal da Academia do Bacalhau do Ribatejo, Francisco Pereira da Ilha Terceira - Açores e da Academia do Bacalhau do Porto, César Gomes de Pina. Todos vieram acompanhados de vários compadres que se quiseram juntar a esta data emblemática para a ABSE.
Dos EUA, para além do fundador da ABSE, Alexandrino Costa, abrilhantou a festa com a sua graciosidade e exuberante simpatia Graça Felício, Carlos Santos, entre outros compadres que não quiseram perder este momento solene. Da ABSE estiveram presentes, como não podia deixar de ser, o presidente José Luís Cabral, o vice-presidente, José Pedro Pinto, Rui Paulino, Henrique Santos, Jorge Albuquerque, Vítor Ferreira, António Saraiva, Luciano Costa, João Gonçalves, entre outros destacados compadres de todas as latitudes do pais e do mundo.
O jornal ‘Mundo Português’ que há tanto tempo acompanha esta e outras Academias do Bacalhau espalhadas pelo mundo também esteve presente e acompanhou as cerimónias. Carlos Morais, CEO do nosso jornal e compadre desta academia marcou presença no jantar de gala em Fornos de Algodres.
Como não podia deixar de ser, num intenso fim-de-semana, os compadres puderam disfrutar dos vinhos, da gastronomia única e das belas paisagens que só a Serra da Estrela oferece.
Num roteiro pelos municípios da região, os compadres foram recebidos por vários autarcas que não quiseram deixar passar esta honrosa oficialização de uma Academia que tanto tem feito por elevar os valores da Amizade, Portugalidade e Solidariedade na região da Serra da Estrela.

Um fim-de-semana intenso
As cerimónias de oficialização tiveram início em Fornos de Algodres onde os compadres foram recebidos pelo presidente da Câmara Municipal, Manuel Fonseca. Seguidamente o jantar aconteceu na Casa da Praça, de João Felício, um restaurante a visitar junto ao Mercado municipal que oferece uma vista panorâmica absolutamente deslumbrante sobre a Serra. Somos atendidos com agilidade e simpatia enquanto degustamos verdadeiras iguarias grelhadas, mas não só, o cardápio é vasto. A noite terminou com um espetáculo musical a cargo da ‘menina bonita da música popular portuguesa’, Cristina Ardisson, que animou todos os compadres e comadres com as suas vibrantes canções.
O segundo dia começou com uma visita a Seia onde os compadres foram recebidos pelo presidente da Câmara Municipal, Filipe Camelo e puderam degustar o famoso Queijo da Serra da Estrela acompanhado com vinhos do Dão. Seguiu-se uma subida à Serra da Estrela com passagem pela Torre, o ponto mais alto de Portugal Continental que maravilhou todos os que quiseram fotografar as belas paisagens que os 1993 metros da altitude proporcionam, entre vales e montes rochosos e de vegetação rasteira.
A viagem continuou então para a Covilhã onde o vereador da Câmara Municipal, Jorge Torrão aguardava a comitiva nos Paços do Concelho para, de seguida, almoçar no restaurante O Lago, situado num dos mais agradáveis espaços verdes desta cidade onde se pode ver um espelho com queda de água, fazer percursos pedonais, passear em barcos de recreio, entre outras atividades. Trata-se da maior área verde da cidade.
A tarde estava quente mas depressa aqueceu ainda mais à chegada a Gouveia. A cidade vivia a 4ª edição da ‘Go Romaria Cultural’. Música, animação de rua, desporto e jogos recreativos, cinema, teatro, poesia e literatura foram algumas das atividades participativas desenvolvidas para ser vividas em família. Foi neste ambiente festivo, entre tambores e fanfarras, que os compadres foram recebidos nos Paços do Concelho pelo presidente da Câmara, Luís Tadeu. Depois das formalidades no Salão Nobre, foi oferecido aos compadres um lanche com sabores tradicionais serranos onde o queijo da Serra, o pão, os enchidos, os vinhos da região e a doçaria estiveram em destaque.

O momento mais aguardado
Terminada esta agradável receção, seguia-se o tão aguardado momento do jantar de Gala e consequente oficialização da ABSE no Palace Hotel & SPA Termas de S. Miguel, em Fornos de Algodres. O jantar contou com a atuação do conhecido apresentador de televisão, José Figueiras e a animação musical ficou a cargo do grupo ‘Gin Tónico’ e do grupo ‘SPS Band’.
Entre as diversas homenagens dos compadres e troca de lembranças, destaca-se a entrega da bandeira oficial e do badalo da ABSE pelo presidente da Academia Mãe, José Contente ao presidente José Luís Cabral. Entre as abundantes iguarias serranas, da qual o bacalhau como não podia deixar de ser, foi protagonista e as músicas e canções que levaram os compadres e comadres à pista de dança, houve ainda lugar a um sorteio de cabazes, momento ilustrativo da importância da Solidariedade para a recém-oficializada Academia. O Palace Hotel & SPA Termas de S. Miguel esteve também bastante bem na confeção das refeições e no acolhimento que tem dado às atividades da ABSE nos seus elegantes espaços disponíveis. A noite terminou muito tarde, entre entoações de Gaviões de Penacho tal não era o ambiente de salutar convívio e amizade que se viveu naquela noite.
O dia seguinte começou cedo com uma visita ao Solar do Queijo em Celorico da Beira. Os compadres eram aguardados por José Albano que os acolheu numa vista guiada pelo museu, para depois, poderem provar e adquirir os famosos Queijo Serra da Estrela. O Solar do Queijo, sala de visitas do concelho é um espaço de lazer e cultura que vale a pena conhecer.
Depois deste momento cultural era chegada a vez da receção na cidade sede de distrito, Guarda. O vice-presidente do município, Carlos Alberto Monteiro recebeu os compadres na sala António de Almeida Santos e, entre outras recordações, presenteou Durval Marques com um Anjo da Guarda, estatueta alusiva à cidade.

Fechar com chave d’ouro
A viagem continuou depois para Figueira de Castelo Rodrigo onde Paulo Langrouva, presidente do município recebeu os compadres e as comadres nos Paços do Concelho. Nesta receção estiveram também presentes Henrique Silva, da Assembleia Municipal e António Madeira, presidente da Adega de Figueira de Castelo Rodrigo onde, após esta cerimónia, foi servido, na Sala de Provas um almoço de despedida. Através da ementa servida, os compadres puderam descobrir os encantos e sabores desta região, da qual fez parte uma iguaria única, o Borrego da Marofa acompanhado pelos vinhos característicos da montanha, de classe mundial com que esta Adega tem conquistado os mercados internacionais. O fim-de-semana terminou com uma visita à Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo onde todos puderam contemplar este belo monumento nacional e avistar as amendoeiras e as belas paisagens proporcionadas pelo planalto.
Nunca será demais relembrar os nossos leitores de que as tertúlias das Academias do Bacalhau espalhadas pelo mundo têm como objetivo não só saborear o fiel amigo, mas também celebrar a amizade, e sobretudo, ajudar quem mais precisa.

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

Marcas Grupo