edição digital

Um brinde a um senhor que amou o Douro e os seus vinhos

10/08/17 AGRO-ALIMENTAR Imagem

Faleceu Jaime Queiroz Cardoso, cuja paixão pelo Douro deu à Quinta do Estanho grandes vinhos e numerosos prémios...

“Quem o conheceu sabe a pessoa generosa que sempre foi e a paixão intensa que sentia pelo Douro, nomeadamente Cheires que foi seu berço”, recorda o filho. Fernando Cardoso recordou ainda que o seu pai, após conseguir “com grande esforço e determinação, inscrever-se como o segundo produtor/engarrafador do Douro de vinhos do Porto”, abriu portas a muitos outros que lhe seguiram, “alterando assim o panorama Duriense”.
Jaime Queiroz Cardoso emigrou para o Brasil, onde conquistou uma carreira bem sucedida na advocacia, mas nunca esqueceu as terras pedregosas e inclinadas da sua quinta no Douro nem a ancestral tradição familiar do cultivo da vinha. Nunca escondeu que os sacrifícios foram muitos, mas também nunca faltou a vontade para ir reconvertendo a Quinta do Estanho, modernizando-a e dotando-a das melhores castas da região: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca para os vinhos tintos; Viosinho, Malvasia Fina, Malvasia Grossa, Gouveia e Rabigato para os vinhos brancos.
Numa entrevista concedida do ‘Mundo Português’, em janeiro deste ano, Jaime Queiroz Cardoso sublinhava que foi a paixão pelo Douro e os seus vinhos que nunca o fizeram desistir de regresasr a Portugal e assumirmos destinos da Quinta do Estanho. “Cada decisão que tomamos ao longo da vida é sempre fruto de uma quantidade considerável de factores. Na altura, todos esses factores se uniram à minha grande paixão pela Região do Douro e pela vontade que tinha em deixar a minha marca nela. Hoje, ao analisar estes 30 anos, a família e a equipa, estou feliz”, afirmava.
Com uma gestão familiar, os vinhos da Quinta do Estanho conquistaram inúmeros prémios e foram por diversas ocasiões considerados “o melhor vinho” nos concursos em que estiveram presentes. Para além dos prémios, o mercado distinguido a Quinta do Estanho e só no ano de 2016 a empresa conheceu um crescimento de cerca de 40% nas vendas, melhorando em qualidade e quantidade os vinhos comercializados. Hoje em dia a Quinta do Estanho é uma empresa dinâmica, que mantém o cariz familiar que lhe faz conhecer muitos sucessos comerciais.
Na entrevista ao ‘Mundo Português’, quando questionado sobre os objetivos para o futuro, teve uma resposta pronta: “Ser uma referência entre os melhores. Acredito que estamos cada vez mais perto”.

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

Marcas Grupo