edição digital

Viajar na história e admirar a beleza dos cavalos Lusitanos

04/10/17 TURISMO Imagem

A Escola Portuguesa de Arte Equestre recupera a tradição da Real Picaria, academia equestre da corte portuguesa do século XVIII. E faz apresentações regulares ao público...

A Escola Portuguesa de Arte Equestre (EPAE), sediada nos jardins do Palácio Nacional de Queluz, faz apresentações regulares ao público. As apresentações incluem treinos, espetáculos semanais e galas eram feitas no Palácio Nacional de Queluz, mas passaram a realizar-se no pecadeiro Henrique Calado (na Calçada da Ajuda) implantado em Belém, Lisboa, que reabriu em julho de 2015, após obras de remodelação.
As apresentações oferecem uma oportunidade de viajar na história e de admirar a beleza dos cavalos Lusitanos. Cavalos e cavaleiros protagonizam um espetáculo coreográfico que tem atraído milhares de turistas.
“Visitar o Picadeiro Henrique Calado é a oportunidade de viajar na História nacional, vivendo momentos que se perpetuaram na beleza dos cavalos Lusitanos da Coudelaria de Alter, utilizados nesta arte desde o século XVIII, na realização de exercícios de equitação clássica, exercícios de equitação do período Barroco e exercícios dos Jogos de Corte (torneios praticados entre os séculos XVI e XIX, em ocasiões festivas), mas também nos trajes e arreios que, quer sejam de trabalho (Treinos Diários), quer sejam de gala (Apresentações Semanais e Espetáculos de Gala), são os mesmos que se usavam na génese da Arte Equestre portuguesa”, informa uma nota divulgada pela Parques de Sintra, que gere aquele equipamento.

Treinos, apresentações e gala
Os treinos diários são presentações matinais ao público, do trabalho realizado pelos cavaleiros da EPAE no ensino e preparação dos cavalos de diversas idades, para os espetáculos que a EPAE realiza. Nestes treinos os cavaleiros utilizam traje de trabalho. Estas sessões acolhem visitantes individuais e em grupo, incluindo visitas para grupos escolares. Este mês, estão agendados treinos nos dias 10, 12, 13, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 24, 25, 26, 30 e 31. De segunda a sexta, os treinos acontecem das 11h às 12h30. Aos sábados decorrem entre as 11h30 e as 12h30.
As apresentações semanais são espetáculos de exercícios de equitação clássica e coreografias executadas pelos cavaleiros e cavalos da EPAE, acompanhados por música, como se de um ballet se tratasse. Os cavaleiros utilizam traje de gala e selas à portuguesa. Estas apresentações têm uma duração de cerca de 45 minutos e em outubro haverá uma apresentação no dia 11, entre as 11h30 e as 12h30.
Quanto à galas, são espetáculos com duração de cerca de 1h30, incluindo entre outros, os chamados “ares altos”, exercícios de equitação característicos do período barroco e dos Jogos da Corte, torneios praticados entre os séculos XVI e XIX, em ocasiões festivas. Estes espetáculos são acompanhados por efeitos de luz e de som, que enriquecem a coreografia e o ambiente. Acontecem sempre na última sexta-feira de cada mês. Em outro, a gala terá assim lugar no dia 27, entre as 19h e as 20h30.
A Escola Portuguesa de Arte Equestre mantém-se também a possibilidade de agendar espetáculos privados, noutros horários ou locais.

Picadeiro Henrique Calado
Calçada da Ajuda - Belém

Tarifários: Galas, 25€ / Apresentações, 15€ (gratuito para crianças até aos 5 anos) / Treinos, 8€

Como chegar
De Lisboa a Belém: Autocarros números 728, 714, 727, 729, 751 / Elétrico número 15
Comboio: Linha de Cascais (Sair na estação de Belém)
Coordenadas GPS
38º 42’ 00.98” N 9º 12’ 00.08” W

Mais informações e reservas: info@parquesdesintra.pt / 21 923 73 00 / www.arteequestre.pt

 

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

Marcas Grupo