edição digital

PSD: Diretas marcadas para 13 de janeiro e Congresso em fevereiro

10/10/17 ATUALIDADE Imagem

O Conselho Nacional do PSD aprovou a realização de eleições diretas para escolher o presidente do partido a 13 de janeiro e o Congresso a 16, 17 e 18 de fevereiro.

O anúncio foi feito pelo secretário-geral do PSD, José Matos Rosa, no final do Conselho Nacional do partido, segundo o qual a proposta foi aprovada "por esmagadora maioria".

Em cima da mesa, estava outra proposta que previa diretas a 9 de dezembro e congresso em janeiro.

A Comissão Política Nacional colocou a votação do Conselho Nacional duas propostas de calendário, sendo que o cenário mais tardio obteve o voto da "maioria esmagadora" dos conselheiros.

Segundo o regulamento e cronograma aprovados, caso haja mais de dois candidatos e nenhum obtenha maioria absoluta, a segunda volta das diretas realiza-se a 20 de janeiro.

Matos Rosa indicou ainda que o prazo limite para a entrega de candidaturas e moções de estratégia global será 02 de janeiro de 2018 e a campanha eleitoral decorrerá entre 02 e 12 de janeiro, num total de dez dias.

Já o pagamento de quotas para a inclusão nos cadernos eleitorais e o rateio de delegados terá como data limite 15 de dezembro.

O secretário-geral do PSD anunciou ainda que o próximo Congresso será também de revisão estatutária: neste caso, a data limite para apresentação de propostas de alteração dos estatutos será a 31 de janeiro, que é também a data para a entrega de propostas temáticas.

Matos Rosa indicou também que a data limite para inscrição de delegados ao congresso será 25 de janeiro.

O Congresso realiza-se a 16, 17 e 18 de janeiro em Lisboa.

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

Marcas Grupo