edição digital

Seleção portuguesa quer mudar rumo da história

13/11/17 DESPORTO Imagem

A seleção portuguesa de futebol nunca venceu os Estados Unidos nos dois jogos oficiais que realizou frente aos norte-americanos e, em particulares, soma dois triunfos, ambos pela margem mínima, o último há quase 30 anos.

Os Estados Unidos são uma equipa de má memória para o lado português, já que ajudou a formação das ‘quinas’ a regressar a casa mais cedo no Campeonato do Mundo de 2002, que decorreu na Coreia do Sul e no Japão, e, mais recentemente, no Mundial2014, no Brasil.

Na Arena Amazónia, em Manaus, na última vez que as duas seleções se encontraram, Nani deu vantagem a Portugal, logo aos cinco minutos, mas os norte-americanos protagonizaram a reviravolta na segunda parte, com golos de Jermaine Jones (64) e Clint Dempsey (81). Já nos descontos, Silvestre Varela fez o resultado final (2-2) e adiou a eliminação da seleção nacional, que acabou por se confirmar na última jornada da fase de grupos.

Portugal e Estados Unidos defrontaram-se pela primeira vez num jogo oficial no Mundial2002, na estreia na competição, e desta vez a equipa lusa perdeu mesmo (3-2), em Suwon, na Coreia do Sul.

A equipa norte-americana demorou quatro minutos para inaugurar o marcador, por intermédio de John O'Brien, e rapidamente conquistou uma vantagem impensável, graças ao autogolo de Jorge Costa, aos 20, e um remate certeiro de Brian McBride, aos 29.

Portugal reduziu ainda antes do intervalo, aos 39 minutos, através do defesa Beto, mas foi incapaz de chegar ao empate apesar do autogolo de Jeff Agoos, aos 71.

É preciso recuar até 1978 para assistir ao primeiro encontro entre as duas seleções, disputado no Estádio do Bonfim, em Setúbal, e decidido a favor dos portugueses, com um golo marcado por José Alberto Costa à passagem da meia hora.

Portugal e Estado Unidos voltaram a medir forças dois anos depois, em 1980, no Estádio do Restelo, em Lisboa, e o resultado já não foi tão favorável à equipa das “quinas”, uma vez que após Carlos Manuel inaugurar o marcador, aos 63 minutos, Ricky Davis restabeleceu o empate de imediato, aos 67, fixando o 1-1 final.

O terceiro embate entre as duas seleções disputou-se uma década mais tarde, em 1990, no estádio Professor Dr. Vieira de Carvalho, na Maia, que se impôs por 1-0, graças a um golo madrugador de Domingos Paciência, concretizado logo aos oito minutos.

A resposta dos Estados Unidos surgiu dois anos mais tarde, em 1992, no primeiro “duelo” em solo norte-americano, no Estádio Soldier Field, em Chicago, e que terminou com o triunfo tangencial dos anfitriões, graças a um golo de Roy Wegerle.

O Portugal-Estados Unidos, que serve de preparação para a fase final do Mundial2018, está agendado para terça-feira, às 20:45, no Estádio Municipal de Leiria.

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

Marcas Grupo